Questionar a Grounded Theory no Contexto da Investigação Qualitativa, na Educação e Deficiência

Maria Isabel Camalhão, Serafim Camalhão

Resumo


Toda e qualquer investigação para ser bem-sucedida tem de estar adaptada ao contexto universitário onde se insere, as características do investigador como os recursos que tem ao seu dispor, as suas escolhas teóricas, metodológicas e o contexto social onde esta vai-se realizar. A escolha da Grounded Theory, coloca questões e desafios no campo da educação, dificuldades de inserção no meio académico que é predominantemente quantitativo. Por outro lado, a investigadora é portadora de paralisia cerebral e o seu orientador invisual. A investigação deve estar adaptada a todos os portadores de deficiência, com os necessários ajustamentos. Este artigo, apresenta os dilemas desta investigadora com as soluções e compromissos encontrados. Neste contexto, a investigação apresenta uma configuração específica, com contributos de toda a metodologia qualitativa, mas decisivamente inspirada na Grounded Theory. 


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.