Recursos didáticos e processos de significação - O que é central e o que é marginal nas relações de ensino?

Joana Jesus Andrade, Daniela Gonçalves Abreu

Resumo


Este texto configura-se como um ensaio reflexivo acerca dos recursos didáticos e dos processos de significação nas relações de ensino. Com base nos trabalhos de Vigotski, é destacada a centralidade da linguagem como meio/modo de significação e o papel dos sujeitos em interação, considerando-se a importância de que o ato de ensinar tenha como ponto de partida e objetivo a produção do conhecimento. Refletindo sobre o uso dos livros didáticos, da Internet, dos recursos audiovisuais, da experimentação, das visitas programadas, destacamos que no ensino de ciências, o desenvolvimento de modos de atuação atentos às transformações culturais da ciência e da tecnologia, orienta ao estabelecimento de interações sociais cada vez mais ricas e diversificadas, bem como, também mais desafiadoras e complexas. 


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.