O contributo do feedback na avaliação das aprendizagens no ensino superior - Implicações no desempenho dos estudantes

Susana Oliveira Sá, Maria Palmira Alves, António Pedro Costa

Resumo


Este artigo tem como principal objetivo analisar a importância do feedback como estratégia de avaliação formativa e de melhoria do desempenho dos estudantes numa unidade curricular (UC) integrada, no currículo do Mestrado Integrado em Psicologia, numa Instituição de Ensino Superior. Observámos 20h de aulas no 2º semestre de 2013/2014. Os dados foram analisados e categorizados com recurso ao webQDA. O feedback era interativo e construtivo, promovia o envolvimento dos estudantes na acomodação dos seus processos cognitivos, ajudando-os a desenvolver competências de autorregulação, ao mesmo tempo que promovia uma aprendizagem consistente. O docente criava ambientes de aprendizagem dinâmicos e estimulantes, incentivava a participação, a partilha, a colaboração e a crítica construtiva. Estes resultados revelam que, em contextos similares de avaliação formativa, o recurso pelo professor e pelos alunos, ao feedback construtivo e interativo deve ser uma estratégia de melhoria da aprendizagem. 


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.