Formação Inicial e Continuada de Professores de Ciências Biológicas no Contexto da Educação Inclusiva

Sandra Fernandes, Dalva Rosa

Resumo


Nessa pesquisa realizou-se a análise dos projetos político-pedagógicos cujo enfoque é a formação de professores em cursos de graduação em Ciências Biológicas de duas Universidades, uma pública e outra particular, e dos programas de formação continuada da Secretaria Municipal de Educação de Goiânia e da Secretaria de Estado da Educação de Goiás, no interstício de 2009 a 2010, com vistas a verificar se, e como, tais instituições têm favorecido a capacitação dos professores na perspectiva da educação inclusiva. Optamos por uma abordagem qualitativa [1] e pela pesquisa documental [2]. Foram analisados documentos oficiais que estabelecem a política de formação de professores e a política de inclusão nas instituições pesquisadas. A sistematização e a análise dos dados foram teoricamente fundamentadas na análise de conteúdo. Constatamos que os cursos de Licenciatura em Ciências Biológicas das instituições de ensino superior investigadas não mencionam as políticas públicas de formação dos professores na perspectiva inclusiva. Verificamos que os aspectos históricos, políticos, éticos, sociais e pedagógicos relacionados à educação inclusiva, ausentes nos projetos dos cursos das universidades investigadas, estão presentes nos planos bianuais e nos programas das ações de formação continuada da Secretaria. Contudo, não identificamos a presença do professor de Ciências Biológicas em ações formativas que visam o preparo do docente para lidar com a inclusão. 


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.