Discursos em saúde A comunicação a serviço de quem?

Luciana Alves Oliveira, Ângela Cardoso Bastos, Francisco Antônio Castro, Marcelo Medeiros

Resumo


O pensamento de Foucault incita a refletir sobre algumas interações entre o indivíduo e a comunicação em saúde, bem como, as influências desses processos simbólicos inconscientes na sociedade. A comunicação contribui no estabelecimento de condutas e diretrizes para manutenção e recuperação da saúde. Contudo, nem sempre as mensagens comunicadas expressam claramente os interesses dos envolvidos. O discurso da medicalização mantém populações disciplinadas, pautadas na percepção reducionista do processo saúde-doença, limitando o indivíduo aos desajustes fisiopatológicos, que favorecem as relações mercantis e tratando assim a assistência à saúde somente como um negócio.

Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.