Brinquedo terapêutico: Compreendendo o significado de ser portadora do vírus da imunodeficiência humana para a criança.

Fabiane Almeida, Bianca Capalbo Baldini

Resumo


Objetivo: Compreender o significado de ser portadora do vírus HIV para a criança de três a sete anos por meio do Brinquedo terapêuticco (BT). Método: Pesquisa exploratória, qualitativa, realizada com quatro crianças portadoras de HIV de uma creche do município de São Paulo, observadas durante uma sessão de BT, utilizando-se a técnica de conteúdo de Bardin para análise. Resultados: Sete categorias foram identificadas: “Explorando os brinquedos para começar a dramatizar suas vivências”; “Convivendo com o medo e o desconforto durante o tratamento”; “Sentindo-se livre para expressar a agressividade”; “Enfrentando o preconceito de ser soropositivo”; Dramatizando as situações de perda relacionadas à doença”; “Revivendo momentos bons relacionados ao hospital”; Não querendo interromper a brincadeira. Considerações finais: O BT propiciou à criança refletir sobre sua experiência, manifestando dificuldades com o tratamento, medo, preconceito e perdas vivenciadas.

Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.