A hermenêutica heideggeriana como fonte de dados em um estudo fenomenológico

Silvana Silveira Kempfer, Marta Lenise Prado, Luciara Fabiane Sebold, Juliana Girondi

Resumo


Pesquisa fenomenológica de caráter qualitativo, fundamentada no referencial teórico-filosófico de Martin Heidegger. Objetivo: desvelar a temporalidade do ser-acadêmico-de-enfermagem em sua experiência de cuidado. Método: os sujeitos do estudo foram dez acadêmicos da terceira fase do Curso de Graduação em Enfermagem de uma Universidade Pública do Sul do Brasil. Os dados foram coletados nos meses de março a maio de 2011, pela entrevista fenomenológica. Resultados: foram utilizados os pressupostos da hermenêutica heideggeriana sob três enfoques: a pré-compreensão, a compreensão e interpretação do fenômeno. Conclusão: o ser-acadêmico-de-enfermagem é um ser rico em possibilidades para o cuidado. Mostra-se por vezes ser inautêntico e vive a cotidianidade, mas, por outro lado, às vezes, desvela-se como um ser autêntico, vinculado às coisas de seu tempo.

Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.