O papel dos avós no recasamento dos filhos

Emily Emily Schuler, Cristina Dias

Resumo


A família recasada provem de uma separação anterior, por parte de um ou de ambos os cônjuges, gerando uma nova união que leva à necessidade de adaptação entre seus membros. A família extensa, representada principalmente pelos avós, mostra ser imprescindível nesse momento de transição. Os avós, por possuírem mais maturidade e estabilidade, podem fornecer apoio emocional e instrumental  para filhos e netos. Eles são os familiares que tendem a sentir mais as consequências do rompimento e a participar intensamente do processo de recasamento dos filhos. O objetivo geral desta pesquisa, portanto, é compreender como os avós percebem e vivenciam o recasamento de seus filhos. Até o momento foram entrevistados oito avós na faixa etária entre 48 e 86 anos. Os resultados apontam para um grande envolvimento dos avós no recasamento dos filhos, sendo imprescindível seu apoio para a adaptação dos netos à nova família.

Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.