Identificação da alimentação atual, do povo Xerente, nas aldeias indígenas do estado do Tocantins

Tatiana Rocha, Maíra Messias Nascimento, Nilce Costa, Reijane Pinheiro Silva

Resumo


A pesquisa objetivou identificar a alimentação atual do povo Xerente, nas aldeias indígenas Porteira e Funil, no município de Tocantínia. Utilizou-se uma abordagem etnográfica qualitativa. Realizada entre setembro/2013 a agosto/2014. Os dados foram descritos através de um diário de campo, por meio da observação participante das práticas alimentares com a orientação de um roteiro. Observa-se um processo de transformação dos hábitos alimentares que perpassa pela cultura deste povo. Fatores como o déficit no plantio das roças, a chegada recente da energia, e consequentemente a tecnologia, permitiu o acesso a alimentos industrializados. Algumas famílias ainda mantêm o cultivo de mandioca e a caça de alguns animais, como o tatu. Foi possível verificar a inserção de alimentos industrializados na alimentação do Xerente e fatores relacionados a esta situação.

Texto Completo:

PDF (Português (Brasil))

Apontamentos

  • Não há apontamentos.