Percepção de Docentes sobre Inovação no Ensino de Saúde Mental

Cláudia Tavares, Linda Nice Gama, Lais Mariano Paiva, Thainá Oliveira Lima, Pâmela Gioza Silveira, Marilei Tavares Souza

Resumo


A política de saúde mental implantada a partir da redemocratização do país segue os princípios da Reforma Psiquiátrica - propõe a desinstitucionalização da assistência e constrói uma rede de serviços substitutivos aos hospitais psiquiátricos. Para sua consolidação se faz necessário operar mudanças em vários setores da sociedade entre os quais se insere a educação. O objetivo da pesquisa é identificar a percepção de docentes sobre inovação no ensino de saúde mental. Pesquisa qualitativa, descritivo-exploratória, realizada com seis docentes de universidades públicas do Rio de Janeiro. Constatou-se que a despeito dos obstáculos institucionais, políticos e organizacionais, práticas inovadoras são estabelecidas no ensino de enfermagem de saúde mental. Conclui-se que há um esforço docente em formar enfermeiros orientados pela perspectiva da Reforma Psiquiátrica embora as práticas inovadoras de ensino sejam ainda insipientes.

Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.