Trabalhar no Consultório na Rua Uma análise por meio do uso do software Iramuteq

Liliana Muller Larocca, Maria Chaves, Maria Terumi Kami, Ingrid Voth Lowen

Resumo


Este estudo tem como objetivo conhecer por meio da lexicografia básica, o vocabulário mais frequente no relato de uma semana típica de trabalho vivenciados pelos profissionais das equipes de Consultório na Rua de um município do sul do Brasil. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa e cunho exploratório. Os informantes foram os profissionais de saúde que integram as quatro equipes de Consultório na Rua (eCR) deste município. Os dados foram processados no software IRAMUTEQ e analisados pela nuvem de palavras. A palavra mais frequente foi “gente” no sentido de “nós - equipe”.  O trabalho no Consultório na Rua evidencia a importância do trabalho em equipe, reforçando a importância dos sujeitos de compartilhar entre si responsabilidades e composição de estratégias coletivas de cuidado e acolhimento.

Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.