Percepções do enfermeiros em relação ao processo de morte e luto na unidade de terapia intensiva neonatal

Mariana Salim Moraes, Mariana Cunha, Fabiane Amorim Almeida

Resumo


Introdução: A morte é um tema de interesse e especulação pelo ser humano, mas, enfermeiros encontram dificuldade de aceitar a morte do recém-nascido. Objetivos: compreender experiências vivenciadas pelos enfermeiros ao cuidar de neonatos que estão morrendo na terapia intensiva neonatal e resgatar  percepções destes profissionais diante do processo de morte e luto vivenciado. Método: Estudo descritivo exploratório,  abordagem qualitativa. Amostra foi constituída por nove enfermeiros. Resultados: Foram elaborados três discursos que explicam a experiência dos profissionais frente a morte do RN. Conclusão: Os relatos evidenciaram que a morte do neonato é um momento difícil tanto para a equipe quanto para família. Os profissionais buscam diariamente estratégias para lidar com essa situação de uma maneira saudável e que, mesmo diante do óbito do neonato, elas expressam o sentimento de dever cumprido.

Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.