Competência dialógica: avaliação dos desempenhos na percepção dos facilitadores

Mara Quaglio Chirelli, Marcia Mayo de Oliveira Soares, Danielle Abdel Massih Pio

Resumo


A investigação toma como objetivo avaliar como os facilitadores fazem as atividades da UPP2 nos cenários de prática profissional, considerando os desempenhos propostos na série.  Adotou-se abordagem qualitativa, exploratório-descritiva, com 18 facilitadores. Os dados foram coletados em duas fases, por meio de narrativa, tendo como parâmetro os desempenhos. Realizada Análise de Conteúdo, modalidade temática. Identificado que os estudantes demonstram maior deslocamento ao longo da série na área de competência do cuidado individual do que do cuidado coletivo e gestão. Mobilizaram-se estratégias como portfolio reflexivo, visita domiciliária com acompanhamento dos facilitadores, atividade junto às equipes das unidades de saúde e em laboratório de prática de simulação. A formação, focada no desenvolvimento da competência e fundamentada no referencial dialógico, necessita de avaliação e educação permanente, para garantia dos pressupostos curriculares que ampliam a prática do cuidado. Investigaçoes com os participantes devem ser ampliadas, considerando-se mudanças favorecidas por esta avaliação na organização curricular.  


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.