Política de Formação Docente: a Universidade Aberta do Brasil e a Formação Inicial e Continuada Docente para a Educação de Jovens e Adultos

Márcia Alves de Carvalho Machado, Ada Augusta Celestino Bezerra, Luciano Matos Nobre, Kátia Maria Limeira Santos, Soane Maria Santos Menezes Trindade Silva

Resumo


O artigo tem como objeto de estudo a politica de formação e valorização docente Universidade Aberta do Brasil (UAB), visando agregar análises aos estudos de Gatti et al (2011), Carvalho & Pimenta (2010) e Brzezinski (2014). Traz o foco na formação de educadores de jovens e adultos, via perspectiva da sociologia crítica. Trata de pesquisa teórico-empírica que constata a fragmentação e a oferta desordenada de cursos de formação inicial e continuada, que apenas em cerca de 10% os contempla a Educação de Jovens e Adultos como modalidade de educação básica. Conclui pela necessidade de acompanhamento do Estado e da sociedade civil e de novas pesquisas voltadas para a eficácia e efetividade da UAB.


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.