A Avaliação da Aprendizagem na Formação do Professor de Ciências e Matemática Segundo as Publicações Científicas no Período de 2009 a 2013

Líviam Santana Fontes, Dalva Eterna Gonçalves Rosa

Resumo


Este artigo apresenta o estado da arte sobre a avaliação da aprendizagem nos cursos de formação de professores de Ciências e Matemática, no Brasil, no período de 2009 a 2013. Uma busca pelo termo “avaliação da aprendizagem” resultou em 22 teses, 8 dissertações, 55 artigos científicos e 6 livros. Ao afunilar a busca para “avaliação da aprendizagem no ensino superior” foram encontrados 2 dissertações, 3 artigos científicos e 2 livros. A análise destas publicações nos permite inferir que a despeito de se apregoar a avaliação com o objetivo de melhorar as aprendizagens, na prática dos cursos de formação desses professores, ainda persiste a avaliação tradicional, somativa e classificatória para emitir julgamento, aprovar ou reprovar. Mesmo que haja indicativos de mudanças quanto à variedade de instrumentos, observa-se que o docente universitário destes cursos ainda não assumiu seu papel como formador de formadores, nem alterou sua concepção quanto à avaliação da aprendizagem.


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.