Retas paralelas e pontos coloridos: um estudo sobre o ensino de ciências a partir da relação espaço-temporal

Adriana de Souza Carneiro, Leonardo Gomes dos Santos, Danilo Arruda Furtado, Juliana Eugênia Caixeta, Raimunda Leila José da Silva

Resumo


Esta pesquisa apresenta uma possível solução para os problemas relacionados à aprendizagem, causados pela fragmentação do conhecimento para o ensino. Uma alternativa para contornar estes problemas é a escala evolutiva, uma ferramenta visual construída por um professor e seis estudantes universitários com a proposta de ensino evolutivo, promovendo a integração das áreas do conhecimento, trazendo contribuições para a aprendizagem de ciências. Dentre as possíveis ferramentas de pesquisa, para a obtenção de dados, utilizando a metodologia qualitativa, a escolhida foi a entrevista aberta. Durante a realização das entrevistas, os estudantes compartilharam suas experiências durante a construção da escala evolutiva e, após a coda, eles falaram a respeito de uma imagem, de sua escolha, fotografada durante a construção da escala. Procuramos identificar, a partir das falas, as percepções que estes tinham sobre a escala evolutiva. Encontramos uma abordagem pedagógica que favorece o ensino de ciências a partir do conceito de evolução.


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.