Pluralidade e agir comunicativo nos protestos brasileiros #contratarifa

Isabel Colucci Coelho, Andrea Brandão Lapa

Resumo


Este trabalho analisa elementos que contribuem para a formação crítica em espaços sociais virtuais mediante uma investigação sobre a ação política promovida por movimentos ativistas na internet. A pesquisa se dá por meio de uma análise qualitativa, realizada a partir de mensagens trocadas na rede social Twitter durante os protestos brasileiros contra o aumento das tarifas de ônibus em 2015. Desenvolve-se a sistematização de uma revisão bibliográfica em busca de fatores e circunstâncias que contribuem para o empoderamento de sujeitos; cria-se um desenho de pesquisa para análise qualitativa de big data; e, finalmente, analisa-se as categorias analíticas pré-determinadas pelo marco teórico, pluralidade e agir comunicativo, na ação política promovida por movimentos sociais na internet. Como resultados, destaca a importância da exposição à diversidade de ideias; estratégias para ascensão de usuários comuns à condição de usuários de destaque; e a identificação de elementos que estimulam a construção coletiva de consenso.  


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.