Intersetorialidade e Política Pública de Educação: articulações e debates

Camília Susana Faler, Maria Isabel Barros Bellini, Patricia Teresinha Scherer, Rebel Zambrano Machado, Kelines Gomes

Resumo


A educação formal deve ampliar espaços, ou seja, ultrapassar os muros institucionais, na perspectiva de expandir as ações educativas e democráticas, oportunizando assim uma educação integral.  A presente contextualização objetivou compreender a temática da intersetorialidade na política de educação brasileira, tendo em vista, que nas duas últimas décadas o país tem buscado ampliar o direito à educação de crianças, adolescentes, jovens e adultos, e seu acesso à escola pública. Trata-se de uma revisão da literatura narrativa,que incluiu a produções de artigos que abordam a temática e documentos oficiais que fundamentam a política de educação no Brasil. Percebe-se que garantir educação integral na perspectiva da articulação intresetorial, é um debate recente e desafiador, considerando que as políticas públicas setoriais, estão estruturadas para funcionarem isoladamente.


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.