A doação na perspectiva de aplicativos sociais

Sibele Godinho, Ricardo Spindola Mariz, Eduardo Moresi, Mário Filho, Jair Alves Barbosa, Michel Carmo Lopes, Waldemar Júnior, Marcos Morais, Júlio Santos

Resumo


Este artigo considera as potenciais motivações do uso de um aplicativo social para a realização de doações para famílias carentes. Os smartphones e seus indissociáveis aplicativos fazem cada vez mais parte do quotidiano das pessoas, que passam todo o tempo com seus aparelhos sempre ligados, sempre conectados, tão próximos como a própria roupa do corpo. O estudo observou, ao abordar o aplicativo Solidarius, criado para realização de doações para o grupo de assistência social Sociedade São Vicente de Paulo - Vicentinos, que a solidariedade mediada pela tecnologia se materializa em uma nova modalidade assistencial. Apesar de ser anônima, esta possibilita a existência de um vínculo, que exclui o envolvimento direto com as pessoas em situação de vulnerabilidade comum nas ações de voluntariado, mas permite ao usuário um sentido de pertencimento a uma instituição ou causa maior que ele mesmo, além de gerar os sentimentos de satisfação e gratidão.

Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.