A Comunicação De Más Notícias Por Estudantes De Medicina: Um Estudo De Caso

Moana Cavalcante, Maria Vasconcelos, Suely Grosseman

Resumo


Comunicar “más notícias” traz impacto negativo na vida do indivíduo e familiares. Esse tema ficou submerso na educação médica e emerge nas últimas décadas levando a readaptações curriculares. Este trabalho propôs avaliar o preparo de estudantes do curso de medicina de uma universidade pública brasileira para comunicar más notícias. Realizou-se um Estudo de caso com abordagem mista.  Participaram 43 internos  do curso de medicina. Utilizou-se o OSCE e um questionário aberto para construção dos dados.  Os resultados mostram o desempenho por grupo de habilidades: Preparação (85,66%); Percepção (38,37%); Compartilhando informações (47,09%); Respondendo a emoções (28,29%); Plano e seguimento (40,89%). A análise de conteúdo revelou abordagem superficial do tema no curso médico e a pouca experiência prática durante a formação. Conclui-se que a “comunicação de más notícias” não aparece de forma efetiva no currículo vigente. Os estudantes desenvolvem habilidades de comunicação para más notícias a partir das suas próprias experiências pessoais.


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.