A (im)pertinência das teorias pedagógicas no ensino de Ciências Exatas no Ensino Superior

Paulo Alexandre Castro, Adriana Sadoyama, Geraldo Sadoyama, Marcos Fernandes Sobrinho, Paulo Vitor Souza, Serigne Ba, Susana Sá, Lisete Mónico, Thays Santos Souza

Resumo


Neste trabalho avaliamos a percepção da relevância do conhecimento pedagógico formal em docentes de Física, Química e Matemática da Universidade Federal de Goiás, Regional Catalão (UFG/RC), Goiás-Brasil. Comparamos a percepção destes docentes de acordo com sua área de atuação (formação/conhecimento), sua formação pedagógica, sua titulação e seu tempo de experiência docente. Os resultados indicam que, de maneira geral, os docentes não percebem como relevante possuir conhecimento formal de modelos e concepções pedagógicas. Apresentam-se e discutem-se os fatores percebidos como mais importantes para a prática destes docentes.


Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.