Um olhar hermenêutico-dialético sobre alterações curriculares de um curso graduação de Enfermagem

  • Elaine Alves Elaine Alves
  • Juliane Cristina Burgatti
  • Maria Oliveira

Resumo

A fim de atender as Diretrizes Curriculares Nacionais, uma universidade pública do norte do Paraná adotou no ano de 2000 um currículo integrado. Essa matriz curricular sintetizou a organização dos conhecimentos necessários ao alcance das competências profissionais desejadas no projeto político-pedagógico do Curso. O objetivo deste estudo foi analisar as alterações desse currículo integrado, no período de 2000 a 2013. Método: realizou-se uma análise documental sob a ótica da hermenêutica dialética. Foram analisados o projeto pedagógico do Curso e as resoluções que determinaram alterações curriculares de 2000 a 2013. Resultados: A matriz curricular do projeto pedagógico de 2000 continha módulos que integravam conteúdos de disciplinas dos antigos ciclos básico e profissionalizante. No decorrer dos anos, essa matriz sofreu inúmeras alterações que se refletiram em compartimentalização dos módulos e segregação dos conteúdos em áreas de conhecimento especializadas. Houve dificuldades na manutenção da integração dos ciclos básico e profissionalizante, com uma concentração dos conteúdos das Ciências Básicas no primeiro ano, à semelhança do que ocorre em currículos tradicionais da área da saúde. Conclusão: Frente às premissas pedagógicas do Curso, as alterações das matrizes curriculares revelaram as contradições dialéticas existentes entre o currículo planejado e suas possibilidades concretas, indicando assim questões relevantes para a avaliação curricular. Espera-se ainda que os resultados alcançados estimulem os pesquisadores a utilizar a hermenêutica dialética como estratégia investigativa para o desvelamento de seus objetos de estudo, em especial na pesquisa documental. 

Publicado
2015-12-07