Sofrimento Psíquico - Percepção dos estudantes de medicina e a forma como lidam com a situação

  • Maria Pereira
  • Maria Alves Barbosa
  • Ricardo Teixeira
  • Ellen Oliveira
  • Jomar Rezende

Resumo

Esta pesquisa apresenta os fatores estressores, os abusos e violências do curso médico percebidos por estudantes de medicina e as formas que eles relatam lidar com seu sofrimento psíquico e e suas estratégias de enfrentamento. Durante a disciplina “Estratégias de enfrentamento do estresse profissional”, 76 alunos enviaram respostas às três perguntas: Quais são os principais estressores do curso de medicina na sua opinião? Como você dialoga com sua dor? Você considera que você ou algum colega seu, já sofreu abuso ou se sentiu violentado durante o curso médico? Por que? As respostas foram analisadas no software de análise qualitativa WebQDA e os resultados foram agrupados nas seguintes dimensões: fatores estressores institucionais (currículo, avaliação, relação com professores, estrutura institucional de apoio), sociais (falta de tempo,relações interpessoais, perspectivas profissionais) e pessoais (cobranças, medo e insegurança), estratégias de enfrentamento do estresse (distração e alívio, compreensão e resolução), formas de reagir à dor (negação/fuga, reflexiva), violências e abusos do curso médico (abuso de poder, fragilidades institucionais, pontos positivos da faculdade). Conclusão: os estudantes queixam-se de inúmeros estressores no curso médico, principalmente a grande carga horária e conteúdo das disciplinas, falta de tempo, cobranças excessivas, avaliações exageradas ou inadequadas e insegurança. Utilizam diferentes estratégias de enfrentamento do estresse como várias atividades de lazer e distração, atividades físicas, a busca de apoio de familiares e amigos e a religião. Em situações de sofrimento psíquico, os alunos relatam momentos de autorreflexão e resignificação da dor ou atitudes de negação e fuga. Sentem-se abusados e/ou violentados com as situações do trote (recepção aos calouros), com o abuso de poder professor/aluno e veterano/calouro, com a incompreensão dos professores e com a decepção com a faculdade. 

Publicado
2015-12-07