O desenvolvimento de competências de literacia em saúde em contextos informais - Potencialidades da utilização da narrativa autobiográfica na educação para a saúde

  • António Calha

Resumo

As competências de literacia em saúde constituem um importante recurso dos indivíduos para a determinação do seu bem-estar físico, psíquico e social. Os processos de aprendizagem destas competências não dependem apenas de contextos formais de educação para saúde, mas também de contextos não formais e informais. Neste artigo procuramos analisar os modos e processos de aprendizagem de competências de literacia em saúde em contextos informais. Pretendemos ampliar a compreensão dos processos de aprendizagem para além dos contextos formais, contribuindo para a elucidação dos profissionais de saúde sobre a forma como os indivíduos adquirem e gerem o conhecimento em saúde. Para tal, recorremos à análise de cem autobiografias, procurando demonstrar as potencialidades destas metodologias na educação para a saúde no contexto da enfermagem. 

Publicado
2015-12-07