A Saúde e a “Vida” das Profissionais do Sexo

  • Dalvani Marques Dalvani Marques
  • Dircilane Rezende Costa

Resumo

A prostituição é conhecida como a profissão mais antiga do mundo e um tema polêmico com debates sociais, políticos, econômicos e religiosos. Os objetivos deste estudo foram conhecer o perfil das profissionais do sexo que trabalham nas ruas de Niterói/RJ e apreender as percepções dessas mulheres sobre seu autocuidado. Estudo descritivo, baseou-se em entrevistas com mulheres profissionais do sexo e na Análise de Conteúdo dos dados. Nos resultados são apresentadas quatro categorias: A vida na noite, Vulnerabilidade, Saúde e auto-cuidado, e, Família e sonhos. As mulheres são moradoras da cidade ou da região, experientes no trabalho, com a idade diversificada, a maioria com baixa escolaridade, com filhos e solteiras. Começaram na prostituição principalmente por dificuldades financeiras. Negligenciam a própria saúde, pois não procuram assistência a saúde regularmente. Demonstram a contradição, ao referirem não se assumir como profissionais do sexo para as próprias famílias ou profissionais de saúde, do mesmo modo que almejam o sonho de outro trabalho. Considera-se que os profissionais de saúde precisam repensar o próprio trabalho para a inclusão das profissionais do sexo, que são mul 

Publicado
2015-12-07