Percepção de Hipertensos Atendidos em Ambulatório de Cardiologia Sobre a Sua Não Adesão ao Uso de Medicamentos

  • Nadia Sanches Marin
  • Mariana Fonseca Silva
  • André Santos Moro

Resumo

Trata-se de um estudo qualitativo que se propõe a aprofundar na compreensão da percepção do portador de hipertensão arterial que não adere ao tratamento medicamentoso sobre a sua não adesão. Foram entrevistados dez participantes classificados como não aderente a partir do questionamento sobre o uso correto da medicação, proposto por Haynes et al. A análise foi realizada pela técnica de análise de conteúdo modalidade temática. Os dados apontam para contradições na abordagem sobre o que é ser ou não aderente, a dificuldade de aderir ao uso dos medicamentos devido ao hábito de vida, que o esquecimento é compreendido como uma justificativa para a não adesão, além de reforçarem fatores que dificultam tal prática, como o uso de muitos medicamentos e apresentação de sinais e sintomas que os desestimulam. Reforça-se que frente as complexas condições que envolvem a não adesão ao tratamento e ao o atual contexto de predomínio de doenças crônicas como é o caso da hipertensão arterial, é primordial que se invista em estratégias inovadoras de cuidado a tais pessoas. 

Publicado
2015-12-08