Sentimentos vivenciados por familiares de pacientes em Ventilação Mecânica

  • Anselmo Amaro Santos
  • Elizabeth Galvão
  • Fábio Costa Carbogim
  • Araújo Püschel
  • Luciana Silva

Resumo

Estudo qualitativo com o objetivo de identificar os sentimentos vivenciados por familiares de pacientes em ventilação mecânica invasiva e seus mecanismos de enfrentamento. A amostra foi constituída de 13 familiares. A coleta de dados deu-se mediante a observação participante e entrevistas audiogravadas. Os resultados evidenciaram que os sentimentos relatados foram a angústia, tristeza, desespero e impotência. Percebeu-se, também, que a situação vivenciada causa impacto no gerenciamento do tempo da família e ruptura afetiva e emocional. A estratégia de adaptação mais usada foi a paciência, a fé e a esperança, chamado de coping religioso ou espiritual. Conclui-se que é importante a adoção de estratégias que ensejem uma fase menos traumática para os familiares, fazendo-os sentir importantes no processo de hospitalização.
Publicado
2015-07-19