Percepção do Cuidador Acerca da Administração de Medicação Prescrita ao Paciente sob Cuidados Paliativos em Domícilio

  • Raíssa César
  • Jessyrayanne Barbosa
  • Gicely Monteiro
  • Wylma Bastos
  • Regina Célia Oliveira
  • Katia César

Resumo

Objetivo: Analisar o discurso dos cuidadores diante das responsabilidades de administrarem as medicações aos pacientes paliativos domiciliares. Metodologia: Trata-se de um estudo exploratório-descritivo, com abordagem qualitativa. O cenário foi o domicílio dos pacientes cadastrados na Unidade de Cuidados Paliativos e Tratamento da Dor, com uma amostra de 4 familiares cuidadores. A coleta de dados foi realizada no mês de Dezembro de 2014, por meio de entrevistas gravadas, posteriormente transcritas e analisadas. Resultados: Emergiram duas categorias: Análise acerca do gênero dos cuidadores e dos  vínculos estabelecidos entrem cuidadores/pacientes e a análise acerca da responsabilidade do cuidador em administrar as medicações para o paciente. Considerações finais: Foi predominante a  existência do sentimento de tranquilidade e segurança que o cuidador tem ao administrar as medicações prescritas; os familiares cuidadores são de ambos os sexos, a escolha é determinada pelo vínculo afetivo que ele tem com o paciente,  visando a importância da eficácia do tratamento proposto para o paciente paliativo domiciliar.
Publicado
2015-07-20