Pontos de estrangulamento na Atenção Primária de Saúde e o controle da Tuberculose – João Pessoa – Paraíba/Brasil

  • Patrícia Pinheiro
  • Lenilde Duarte Sá
  • Renata Souza
  • Karinne Adário
  • Séfora Andrade
  • Tereza Villa

Resumo

A tuberculose (TB) no Brasil é considerada uma das linhas prioritárias de Política Nacional de Atenção Básica Brasileira. Neste estudo objetivou-se identificar, mediante os discursos dos profissionais de saúde, que atuam no Hospital Clementino Fraga (HCF), pontos de estrangulamento que comprometem o controle da doença em serviços da Atenção Primária de Saúde (APS). Estudo de abordagem qualitativa, que utilizou para análise do material empírico o dispositivo teórico-analítico da Análise de Discurso, de matriz francesa. Os discursos mostraram pontos que obstaculizam o controle da doença no âmbito dos serviços da APS, pois faltam: acolhimento e vínculo entre os doentes e profissionais, condições para a realização do diagnóstico, atendimento médico, consulta de enfermagem, agilidade nos serviços, concorrendo para que os adoecidos por TB busquem atendimento no HCF.
Publicado
2015-07-20