Percepção do pai acerca da escolha do tipo de parto

  • Francisco Antonio da Cruz Mendonça
  • Marilyn Kay Nations
  • Luis Rafael Leite Sampaio
  • Maria Elaine Fernandes de Oliveira
  • Maria Cleudenir Costa Bento
  • Sanmilly Lobo de Oliveira
  • Erika Maria Rocha Leite
  • Cleoneide Paulo Oliveira Pinheiro
  • Rosiléa Alves de Sousa
  • Lia Jacob

Resumo

Objetivou-se analisar a percepção dos pais acerca da escolha dos tipos de parto. Trata-se de estudo descritivo, com abordagem qualitativa, realizado entre março e junho/2015, em um hospital terciário público de Fortaleza-CE, Brasil. Os dados foram coletados por meio de entrevista e submetidos a análise de conteúdo. Os participantes da pesquisa foram nove pais que tinham entre 19 e 30 anos. Os relatos paternos evidenciaram a preferência pelo parto normal pelo fato da recuperação ser mais rápida e esta escolha se detém as mulheres. Nota-se a importância de desenvolver estratégias para que os pais participem com mais frequência do pré-natal e o fator trabalho se mostrou o principal motivo da não participação do pai. Conclui-se que a Enfermagem tem papel de desenvolver estratégias e envolver o pai desde a gestação ao pós-parto. Faz-se necessário que sociedade civil, profissionais, gestores e instituições de saúde garantam este direito do pai.

Publicado
2016-07-14