A intersetorialidade no plano de vigilância em saúde: um desafio nas ações de prevenção da dengue

  • Myrella Silveira Macedo Cançado
  • Ellen Synthia Fernandes de Oliveira
  • Maria Alves Barbosa
  • Ricardo Antônio Gonçalves Teixeira
  • Nelson Barros
  • Juliana Bezerra
  • Dayse Neri de Souza

Resumo

A dengue constitui um dos mais importantes problemas de saúde pública mundial, inclusive no Brasil, com aumento de óbitos nos últimos dez anos. O objetivo do artigo foi investigar a atuação dos representantes do Comitê Estadual de Mobilização Contra Dengue de Goiás nas ações de vigilância intersetoriais para a prevenção e combate à dengue. Trata-se de um estudo transversal, de base qualitativa, com aplicação de questionários aos membros do comitê. A análise dos relatos se deu por meio da técnica de Análise de Conteúdo, com auxílio do software webQDA, que suscitou três categorias: 1) intersetorialidade: com relatos de participação de diferentes setores; 2) manejo do vetor: indicando uso de inseticidas; 3) manejo ambiental: expressando necessidade de realização frequente de supervisão e limpeza de calhas e ralos. Concluiu-se que o manejo ambiental foi a atividade citada com maior frequência (51,16%) pelos respondentes.

Publicado
2016-07-14