Compreendendo a Experiência de Cuidar da Criança com Cardiopatia Congênita

  • Fabiane Amorim Almeida
  • Alessandra Pinheiro Margoni
  • Maria Aurea Santos

Resumo

Objetivo: Compreender a experiência vivenciada pelo cuidador da criança com cardiopatia congênita. Método: Pesquisa descritiva exploratória, de abordagem qualitativa, realizada no ambulatório do Programa Einstein na Comunidade de Paraisópolis (PECP), com 21 cuidadores de crianças com cardiopatia congênita. Utilizou-se a entrevista semiestruturada para coleta de dados, que foram analisados por meio da técnica de Discurso de Sujeito Coletivo (DSC). Resultados: Foram identificados 11 DSCs, agrupados em três categorias. Muitas dificuldades são enfrentadas pela pessoa que  cuida da criança com cardiopatia, gerando mudanças significativas na rotina da família após o impacto do diagnóstico. A responsabilidade pelo tratamento recai sobre ele, que busca adaptar-se à situação, contando com o apoio dos familiares e da fé em Deus. Considerações finais: O presente estudo traz subsídios importantes que  apontam para a necessidade de se reavaliar a abordagem do cuidador pela equipe de saúde, contribuindo para a continuidade do tratamento da criança.
Publicado
2016-07-26