A Formação do Professor de Sociologia e a Educação Intercultural

  • Paulo Pires de Queiroz
  • Fagner Henrique Guedes Neves

Resumo

Esta pesquisa está desenhada na intersecção entre a formação do professor de Sociologia da escola básica e a educação intercultural. É nesse cenário que se configuram o problema e os objetivos norteadores da investigação que se pretende desenhar nesse relato reflexivo de pesquisa. Os resultados da investigação mostram que é em meio a recorrente e explosiva convivência entre as culturas que marca o cotidiano atual que se torna necessário pensar em uma sociedade mais democrática. O professor de sociologia escolar sob os princípios da educação intercultural é sujeito do conhecimento e a prática dele, ou seja, seu trabalho cotidiano, não é somente um lugar de aplicação de saberes produzidos por outros, mas, também um espaço de produção, de transformação e de mobilização de saberes que lhes são próprios.

Publicado
2016-07-04