Retas paralelas e pontos coloridos: um estudo sobre o ensino de ciências a partir da relação espaço-temporal

  • Adriana de Souza Carneiro
  • Leonardo Gomes dos Santos
  • Danilo Arruda Furtado
  • Juliana Eugênia Caixeta
  • Raimunda Leila José da Silva

Resumo

Esta pesquisa apresenta uma possível solução para os problemas relacionados à aprendizagem, causados pela fragmentação do conhecimento para o ensino. Uma alternativa para contornar estes problemas é a escala evolutiva, uma ferramenta visual construída por um professor e seis estudantes universitários com a proposta de ensino evolutivo, promovendo a integração das áreas do conhecimento, trazendo contribuições para a aprendizagem de ciências. Dentre as possíveis ferramentas de pesquisa, para a obtenção de dados, utilizando a metodologia qualitativa, a escolhida foi a entrevista aberta. Durante a realização das entrevistas, os estudantes compartilharam suas experiências durante a construção da escala evolutiva e, após a coda, eles falaram a respeito de uma imagem, de sua escolha, fotografada durante a construção da escala. Procuramos identificar, a partir das falas, as percepções que estes tinham sobre a escala evolutiva. Encontramos uma abordagem pedagógica que favorece o ensino de ciências a partir do conceito de evolução.

Publicado
2016-07-04