Cuidados Paliativos: as Belezas e as Dores do Caminho para o Bem Morrer

  • Margarida Dantas
  • Thálita Menezes
  • Maria Amazonas

Resumo

A escolha pelos cuidados paliativos diante do gerenciamento do adoecer e do morrer, é disso que trata a pesquisa em questão. Seu objetivo é compreender as repercussões da decisão por uma morte digna frente a não possibilidade terapêutica de cura, em oposição ao gerenciamento médico e familiar do paciente crônico. Neste artigo foi tomado para análise as narrativas de um dos participantes de um estudo mais amplo, um idoso portador de um tumor cerebral que optou pela paliação, sendo sua família contra essa decisão. Os instrumentos da pesquisa foram a entrevista narrativa, a observação participante e o diário de campo. A narrativa do idoso foi trabalhada a partir da Analítica Descritiva na perspectiva foucaultiana, que considera o discurso do sujeito em seu atravessamento histórico, cultural e social. A escolha por paliar os cuidados foi uma posição assumida pelo enfermo enquanto paciente sem condições clínicas de melhora, uma resistência ao gerenciamento médico e familiar como uma forma de imposição de poder. 

Publicado
2016-07-05