O paciente em cuidados paliativos e sua exepriência de espiritualidade

  • Waleska Medeiros
  • Carmem Barreto

Resumo

A tecnologização da saúde possibilitou a ampliação de recursos terapêuticos assegurando maior longevidade e manutenção de vida à população fora de possibilidade de cura. Os cuidados paliativos surgem como proposta de oferecer qualidade de vida quando a cura, aos enfermos, não é mais possível. Porém, para além do corpo físico, outras dimensões existenciais demandam cuidado em tais condições. Percebe-se que a espiritualidade pode apresentar-se com magnitude, sobretudo, no que diz respeito ao fortalecimento e enfrentamento da terminalidade. Este estudo teve por objetivo apresentar possibilidades de compreensão da experiência da espiritualidade de pacientes em cuidados paliativos. Através de uma pesquisa qualitativa numa perspectiva hermenêutica filosófica, foi solicitado a cinco pacientes em paliação, narrar suas experiências existenciais em dadas circunstâncias de finitude. Pôde-se perceber que em todo o corpus a experiência de espiritualidade foi benfazeja e fortalecedora, possibilitando uma vivência de morte menos sofrida e solitária.
Publicado
2016-07-06