Prevenção de Lesões Músculo-esqueléticas: relatos dos enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia

  • Cristina Baixinho
  • Helena Presado
  • Fátima Marques
  • Mário Cardoso

Resumo

As lesões músculo-esqueléticas ligadas ao trabalho têm uma elevada prevalência nos enfermeiros especialistas de saúde materna e obstétrica. Há orientações sobre as medidas preventivas, mas desconhece-se quais as medidas usadas pelos profissionais. Este estudo qualitativo teve por objetivo caracterizar as medidas preventivas adotadas; compreender as dificuldades no controlo dos fatores de risco associada à natureza da atividade profissional e angariar contributos para o desenho de uma escala de avaliação de práticas e comportamentos para a prevenção das lesões músculo-esqueléticas ligadas ao trabalho.  As medidas preventivas implementadas passam pelo controlo do ambiente físico, pela preparação da parturiente (avaliação da capacidade de colaboração, explicitar o procedimento, antecipar movimentos e prever o comportamento), pelas práticas e comportamentos no período expulsivo (princípios da biomecânica, postura, segurança da parturiente e bem-estar do recém-nascido) e pelas práticas e comportamentos no período pós-parto. Este estudo permite fazer recomendações para a prática e investigação.

Publicado
2016-07-06