Rede de Atenção ao Doente Renal Crônico: proposta de organização na lógica da linha de cuidado

  • Loreta Costa
  • Nelson Barbosa
  • Ellen Oliveira
  • Estela Najberg

Resumo

Este estudo objetivou desenvolver o Modelo Lógico da Rede de Atenção ao Paciente com Doença Renal Crônica (DRC), Goiás-Brasil, buscando a continuidade e a integralidade da atenção no Sistema Único de Saúde (SUS). Utilizou-se como recurso metodológico o Modelo Lógico (MD) os critérios, parâmetros e diretrizes definidos em portarias ministeriais e os princípios do Modelo de Atenção às Condições Crônicas (MACC). Os resultados contextualizam a situação da Doença Renal Crônica Terminal (DRCT) em Goiás de 2009 a 2013; e trazem o MD da DRC, a ser operacionalizado na lógica da linha de cuidado. A estrutura do MD final é formada por duas partes: I) Modelo de atenção à população e II) Estrutura operacional da Redes de Atenção à Saúde (RAS). Conclui-se que esta proposta pode contribuir no processo de planejamento e implantação desta rede como resposta do sistema de saúde a esta condição crônica, considerada de alta prevalência no Brasil.

Publicado
2016-07-06