Contribuições da Musicoterapia a pacientes em Reprodução Assistida

  • Eliamar Fleury
  • Maria Barbosa
  • Mario Approbato
  • Iulla Silveira
  • Marisa Ramos
  • Mônica Maia
  • Reinaldo Sasaki

Resumo

Infertilidade acarreta problemas associados a saúde mental da pessoa infértil. Os objetivos foram relatar algumas contribuições da musicoterapia a pacientes em reprodução assistida e a composição musical como técnica que pode minimizar o sofrimento psíquico de mulheres em tratamento. Estudo qualitativo, recorte de pesquisa de Doutorado, aprovada em Comitê de Ética. Participaram 32 mulheres, atendidas em centro médico especializado. Utilizou-se a musicoterapia interativa, em atendimentos individuais, com o uso da composição assistida. Aplicou-se o Questionário de Autopercepção do Sujeito. As intervenções foram registradas em áudio. Utilizou-se o software webQDA na organização dos dados e criação de categorias iniciais. Os resultados parciais originaram duas categorias: 1) Segurança no momento dos procedimentos médicos e melhoria da autoconfiança; 2) Diminuição do stress. A musicoterapia interativa, por meio da composição musical assistida, é uma terapêutica que possibilita o acesso às necessidades emocionais e cognitivas de pacientes em reprodução assistida, auxiliando na minimização do stress.

Publicado
2016-07-06