O trabalho e trabalhadores: relações micropolíticas na Estratégia Saúde da Família

  • Tiana Reis
  • Alba Vilela
  • Adilson Santos
  • Doane Silva
  • Saulo Meira

Resumo

Objetivou analisar o processo de trabalho do médico na Atenção Básica. Estudo realizado através da cartografia que possibilita desvelar processos macro e micropolíticos. Os participantes foram os membros da equipe e usuários do serviço, investigados por meio da observação participante, entrevista semiestruturada e das anotações no diário de campo. Ficou claro a soberania do profissional médico no processo de trabalho em saúde e a noção de que, apesar de guiar seu processo de trabalho centrado na clínica e nas tecnologias leve-duras, a figura do médico foi construída como centro do processo de trabalho. Os usuários aparecem como passivos e não conhecedores de seus direitos e das diretrizes do cuidado em saúde. Ainda assim, existe a satisfação por parte dos atores envolvidos no processo de trabalho. Desse modo, é mister que o processo de trabalho seja repensado de acordo com as normativas do Ministério da Saúde buscando o atendimento dos princípios do trabalho na Estratégia Saúde da Família.

Publicado
2016-07-06