Pressupostos Teóricos e da Sensibilidade na Investigação sobre o Quotidiano e a História da Hemoterapia e Hemorrede no Sul do Brasil

  • Rosane Nitschke
  • Rosane Rodrigues
  • Ana Silva
  • Luciana Rosa
  • Jane Martins
  • Janete Baldissera
  • Maria Borrego

Resumo

Tem-se o objetivo de refletir sobre a contribuição dos pressupostos teóricos e da sensibilidade de Michel Maffesoli no processo de investigação sobre o quotidiano e a construção da história da Hemoterapia e Hemorrede em Santa Catarina no Sul do Brasil. Estudo qualitativo descritivo-reflexivo, realizado no período de 2012 a 2015, envolvendo pesquisadores e sujeitos de pesquisa, tendo como cenário serviços de hemoterapia que compõem a Hemorrede de Santa Catarina, fundamentado na Sociologia Compreensiva e do Quotidiano de Michel Maffesoli. Refletiu-se que os referidos pressupostos, contemplando a crítica ao dualismo esquemático, forma, sensibilidade relativista, pesquisa estilística e o pensamento libertário, constituem um referencial teórico – epistemo- metodológico que sustenta uma maneira de fazer ciência, sublinhando a pertinência da Razão Sensível, enquanto compromisso ético, numa aproximação maior e genuína com a essência dos fenômenos que envolvem o processo saúde -doença em geral, e na área de hemoterapia especificamente.

Publicado
2016-07-06