Pesquisa qualitativa em avaliação de programas de saúde: emergência de conteúdos e vozes ocultos pela ausência de dados oficiais e subnotificação

  • Ariadne Einloft
  • Raquel Araújo
  • Rosângela Cotta

Resumo

O trabalho versa sobre a experiência da incorporação das percepções dos atores sociais na avaliação de um programa de saúde e suas potencialidades em contextos de fragmentação de ações e subnotificação de dados. Embora na realidade de países periféricos a utilização de metodologias qualitativas seja dificultada pela incipiência em avaliação de programas, a possibilidade de emergência de conteúdos ocultos provenientes das falas pode preencher as lacunas abertas pela subnotificação e direcionar ações e recursos enquanto este cenário não for superado. Ademais, a utilização da avaliação de programas ampliada pela perspectiva dos participantes pode se configurar em um importante instrumento de participação e responsabilização sociais, minimizando efeitos de políticas e ações verticalizadas e descontínuas, auxiliando na geração de informações oportunas e adequadas ao entendimento dos diferentes contextos locais e experiência de atores sociais.
Publicado
2016-07-06