Prematuridade e transição para a parentalidade. Vantagens no recurso ao software Nvivo num estudo grounded theory

  • Elisa Veiga

Resumo

No presente artigo salientamos a pertinência da utilização do software NVivo na análise de dados qualitativos, num estudo que tinha como objetivo aprofundar o impacto da prematuridade no processo de transição para parentalidade. Este estudo envolveu 20 casais, tendo sido realizadas entrevistas semiestruturadas aos pais e mães em dois momentos da sua trajetória: no período de internamento dos seus bebés e 3 meses após a alta, num total de 76 entrevistas. A análise dos dados, orientada pelos princípios da grounded theory e suportada pelo software NVIVO, conduziu à identificação das dimensões centrais neste processo, dos aspetos particulares presentes nas vivências das mães e dos pais e ainda esclarecer acerca relação entre as dimensões ao longo do período estudado. O desenvolvimento de um modelo compreensivo da vivência dos pais e das mães nestas circunstâncias potencia a pertinência das implicações práticas, nomeadamente no que diz respeito ao apoio psicológico aos pais nestas circunstâncias.
Publicado
2016-07-06