Nutricionista com Obesidade: sofrimento e estigma

  • Kênya Araújo
  • Maria Freitas
  • Paulo Pena
  • Rosa Garcia

Resumo

A experiência de ser nutricionista obesa e suas implicações para a vida social e profissional foi o mote deste estudo com mulheres, que revela como o estigma gerado pela obesidade afeta sua relação com o trabalho e produz um sentimento de fracasso. Este estudo objetiva analisar sob a perspectiva hermenêutica as narrativas de nutricionistas com obesidade e sua relação com o trabalho e outros aspectos do cotidiano. A abordagem qualitativa com entrevistas semiestruturadas apresenta análises das narrativas sobre obesidade, mundo social e trabalho. A pesquisa revela que nutricionistas com obesidade vivem experiências de estigma e sofrimento devido ao “pânico” social causado pelo corpo gordo. Essa pesquisa é importante na medida em que desvela fenômeno conhecido, mas ainda não discutido na esfera científica entre nutricionistas e convida a sociedade e as Instituições de Ensino Superior para um aprofundamento sobre a problemática da obesidade na formação e na prática profissional do nutricionista. 

Publicado
2016-07-07