Relatos de vida de pessoas idosas institucionalizadas com comportamento suicida

  • Maria Minayo
  • Ana Figueiredo
  • Raimunda Mangas

Resumo

Analisam-se histórias de vida de pessoas idosas residentes em Instituições de Longa Permanência (ILPI) no Estado do Rio de Janeiro que relataram severos desejos ou tentativas de dar cabo à vida. Na abordagem da história de vida foram considerados os momentos de inflexão que configuram intensos sofrimentos e levaram essas pessoas a pensarem ou a tentarem desistir da vida; dados sociodemográfico e sintomas de comportamento autoagressivo. Cada uma das pessoas foi ouvida por meio de uma conversa em profundidade onde pode expressar sua situação. As conclusões do estudo mostram a complexidade do fenômeno e evidenciam o fato de que o comportamento suicida de pessoas idosas institucionalizadas não é um ato isolado no tempo, mas parte de um longo percurso existencial que culmina com dor, tristeza, desesperança e escolha da morte como solução para sofrimentos insuportáveis. As ideações e tentativas de suicídio falam muito mais da vida que da morte.

Publicado
2016-07-07