Saúde Ambiental de Marisqueiras e Pescadores em São Francisco do Conde/Bahia

  • Ana Almeida
  • Lin Kan

Resumo

Estudo realizado no município de São Francisco do Conde, região metropolitana de Salvados, Ba em duas 2 áreas com semelhanças ambientais e demográficas. Com o propósito de colaborar na formulação de políticas públicas voltadas a promoção da qualidade de vida das marisqueiras e pescadores artesanais, baseou-se em 2 diagnósticos complementares: o ambiental e sócio demográfico. Foi verificado a qualidade microbiológica das águas, presença de metais pesados nos sedimentos, mariscos e peixes; contaminantes microbiológicos do esgoto doméstico e 6 metais pesados mais comuns nos efluentes industriais. O diagnóstico sócio demográfico levantou as condições de trabalho e habitação além de aspectos relativos à saúde e qualidade de vida Resultados indicam agravos de ordem ocupacional, resultantes da ergonomia e exposição à contaminação de águas e sedimentos. As raízes negras do município, manifestadas na composição da população, encontra-se ameaçada face a vulnerabilidade social das comunidades, grupos remanescentes e seus descendentes. 

Publicado
2016-07-07