Representações e Significados do Corpo Feminino na Prevenção do Câncer do Colo do Útero

  • Edemilson Campos
  • Lidiane Castro
  • Francine Cavalieri

Resumo

O objetivo deste artigo é compreender as representações e os significados construídos sobre o corpo feminino por mulheres que fizeram o Papanicolaou. Para tanto, realizou-se uma pesquisa qualitativa, com abordagem etnográfica e roteiro de entrevistas semi-estruturadas, com mulheres em idade reprodutiva, moradoras do Jardim Keralux, localizado na Zona Leste do município de São Paulo, Brasil. O exame de Papanicolaou é carregado de significados e permite analisar as representações sobre o corpo, a partir das crenças e valores presentes no contexto sociocultural no qual elas convivem. A prática de se depilar antes do exame, bem como a ausência da menstruação, aponta para uma representação do corpo feminino considerado “impuro”, permitindo às mulheres darem um sentido à necessidade de se fazer a prevenção. Busca-se contribuir para a compreensão da experiência do exame de Papanicolaou e dos aspectos socioculturais que operam na prevenção do câncer do colo do útero.
Publicado
2016-07-07