Precariado e Gênero: aplicação da abordagem qualitativa na compreensão da experiência de mulheres qualificadas no mercado de trabalho flexível

  • Marta Ornelas
  • Fátima Matos
  • Diego Queiroz Machado
  • Rafael Fernandes Mesquita

Resumo

O objetivo deste trabalho é descrever os sentimentos experienciados por mulheres portuguesas com qualificações superiores que trabalham abaixo das suas competências. A partir de uma metodologia qualitativa, foram realizadas entrevistas semiestruturadas com mulheres em situação profissional precária que desempenham funções abaixo das suas qualificações académicas superiores. Os dados recolhidos foram analisados de acordo com as técnicas de análise de conteúdo, codificadas com o auxílio do software Atlas/TI, versão 7.0. Pode-se concluir que a falta de oportunidade de construir e manter sob controle, narrativas profissionais assentes nas suas reais qualificações, está na base de sentimentos associados à frustração de estatuto, agravados por uma forte ausência de perspetivas seguras de futuro e por uma maior vulnerabilidade às armadilhas da precariedade, nomeadamente a de ver a sua capacidade de trabalho diminuída.

Publicado
2017-06-27