Etnografia e Netnografia no estudo sobre a participação social de jovens em uma comunidade vulnerável

  • Danilo Miranda Anhas
  • Carlos Silva

Resumo

Com o surgimento de novas possibilidades de sociablidade propiciadas pela Internet, surgem também novas questões de como estudar tal fenômeno, principalmente no que tange aos jovens, maiores usuários. A bibliografia na área tem mostrado pesquisas com abordagens tanto qualitativas como quantitativas, entendendo-as como complementares. Este artigo refere-se a uma pesquisa de doutorado em andamento, processo nª 2015/26500-5, Fundação de Ampo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), realizada com jovens em uma comunidade vulnerável no munícipio de Cubatão, SP, Brasil. O estudo inspira-se nos aportes teóricos da etnografia e da netnografia, balizados pela visão de mundo da Psicologia Social. Desse modo, mostram-se como metodologias capazes de dar subsídios para a compreensão dos sentidos e significados do uso da internet, seus aspectos culturais, intersubjetivos, históricos e sociais.Acredita-se que esta forma de investigação científica, comprometida com a transformação social da realidade vivencida pelos participantes do estudo, seja capaz de politizar tais experiências, abrindo possibilidades para compreensão e compartilhamento dos potenciais existentes na comunidade. 

Publicado
2017-06-27