A metodologia construtiva-interpretativa como expressão da Epistemologia Qualitativa na pesquisa sobre o desenvolvimento da subjetividade

  • Maristela Rossato
  • Albertina Mitjáns Martínez

Resumo

O objetivo do artigo é apresentar e analisar a metodologia construtiva-interpretativa utilizada em uma pesquisa sobre o desenvolvimento da subjetividade. A Epistemologia Qualitativa desenvolvida por González Rey para o estudo da subjetividade numa perspectiva histórico-cultural é a base constitutiva dessa metodologia, pois concebe a pesquisa como um processo de comunicação e diálogo, a singularidade da produção do conhecimento científico e o conhecimento como um processo construtivo-interpretativo. A metodologia constitui-se num contínuo processo de interpretação e construção do conhecimento a partir das informações produzidas na realização dos instrumentos que tem a função de constituírem-se indutores da expressão dos participantes. O processo de análise das informações produzidas é realizado ao longo de toda a pesquisa, por meio da produção de indicadores que podem vir a constituir-se em hipóteses pela relevância que assumem para o problema em discussão. O conhecimento produzido é consolidado pelas novas zonas de sentido que a pesquisa possibilita abrir. 

Publicado
2017-07-02